Novidades

A tão esperada Machu Picchu + DICAS

A tão esperada Machu Picchu

A tão esperada Machu Picchu

Conhecer Machu Picchu era meu sonho há muitos anos, não sou tão velho assim, mas lembro que ainda estava no colégio quando meti essa ideia na cabeça. E com certeza esse é um destinos mais almejados por viajantes do mundo todo, e ainda ouso dizer que é o destino que faz as pessoas pensarem em fazer seu primeiro mochilão, um ícone mochileiro incontestável!

Clichê ou não, você precisa conhecer Machu Picchu! Por mais que você leia milhares de relatos, veja centenas de fotos, fuce vídeos e animações 3D, a sensação de ver aquilo, cada detalhe, é única e só estando lá para sentir! E talvez o que mais você vai pensar quando estiver lá é: “Como? Como eles fizeram isso?!?”

3

Como eles fizeram isso?!?

Como eles fizeram isso?!?

Machu Picchu foi descoberta apresentada ao mundo em 1911 pelo professor Hiram Bingham da Universidade de Yale e que hoje dá o nome a mais luxuosa classe de trem que leva turistas de Cusco a Águas Calientes.

Para começar, há varias formas de se chegar à Machu Picchu, nós chegamos da forma mais barata possível, A PÉ, confira: http://outdoor.blog.br/2013/09/machu-picchu-de-carro-o-antigo-caminho-alternativo.html

A fila para entrar em Machu Picchu começa bem cedo

A fila para entrar em Machu Picchu começa bem cedo

A entrada no parque arqueológico é liberada às 06H30, mas bem mais cedo já existe uma enorme fila de turistas querendo serem os primeiros do dia a entrarem. E realmente é recomendado chegar cedo por lá, para aproveitar melhor e até para tirar melhores fotos com a cidade ainda vazia, porque às 8H00 chegam os primeiros trens vindos de Cusco lotados, e a partir daí o fluxo de pessoas aumenta drasticamente.

4

Aproveite Machu Picchu com poucos turistas cedo

Setor agrícola

Mas o que fazer por lá? Para começar, andar por aqueles labirintos de ruínas e construções é uma sensação indescritível.

Haja fôlego para subir tanta escada!

Haja fôlego para subir tanta escada!

Além de bater perna pelas principais ruínas do complexo (o que já vai tomar quase todo o seu dia), existem ainda “roteiros alternativos”, o mais famoso, Huayna Picchu, a montanha símbolo de Machu Picchu, de lá tem-se uma visão bem diferente e geral da cidadela. Essa é uma opção paga e que deve ser reservada com antecedência, já que o número de visitantes diárias por lá é limitado.

Trilhas alternativas em Machu Picchu

Trilhas alternativas em Machu Picchu

Existem opções na faixa também e não menos interessantes, como a trilha da Ponte Inka, uma curta trilha com um visual incrível que leva a inacreditável ponte, hoje não é possível passar por ela (ainda bem!), apenas observá-la, um exemplo de arquitetura inca alternativa.

A incrível Ponte Inka

A incrível Ponte Inka

Outra dica bem bacana é a trilha para a Porta do Sol, a verdadeira entrada de Machu Picchu, segundo um guia, a altitude da Porta do Sol é a mesma do Hauyna Picchu e suas vistas da cidadela são semelhantes, apenas contrárias, já que uma fica de frente para outra. A trilha até a Porta do Sol é meio pesada (nada impossível) e dura em média 1 hora entre ida e volta.

Trilha para Porta do Sol

Trilha para Porta do Sol

Vista da cidadela à partir da Porta do Sol

Vista da cidadela à partir da Porta do Sol

DICAS

– Leve tudo que você precisa comer e beber de Águas Calientes. As coisas em Machu Picchu são extremamente caras!

– Leve bastante água. Você vai precisar!

– Peça o mapa de Machu Picchu na administração. Ele é disponibilizado gratuitamente e ajuda muito na hora de localizar ruínas específicas.

– Não é permitido comer dentro do parque arqueológico, mas é bem comum ver pessoas comendo por lá, os guias mesmo sugerem comer em lugares mais reservados e claro sem fazer sujeira!

– Chegue o mais cedo que puder para aproveitar ao máximo e tirar melhores fotos.

– Leve capa de chuva. Não é difícil chover por lá, principalmente na parte da manhã.

– Leve chapéu ou boné. O tempo é meio maluco por lá e se fizer sol quase não tem sombra.

– Contrate um guia caso seu pacote não inclua. Uma visita guiada faz toda a diferença por Machu Picchu.

– Não compre souvenirs em Machu Picchu. Deixe para fazer compras em Cusco, tudo que tem em Machu Picchu tem em Cusco, só que mais barato.

– Não deixe de carimbar seu passaporte com o carimbo de Machu Picchu. O carimbo fica próximo da entrada e uma ótima recordação GRÁTIS.

Carimbo oficial de Machu Picchu

Carimbo oficial de Machu Picchu

Keisuke Kira
Sobre Keisuke Kira

Paulistano, estudante de biologia, amante de fotografia. Adora a cidade mas prefere a montanha. Como todo biólogo ama estar no mato. Curte um pedal, trekking, e viagens nem se fala! Mais posts

7 Comments on A tão esperada Machu Picchu + DICAS

  1. Assim como você faz tempo que tenho vontade de conhecer macho picchu! 🙂

    Tenho que me organizar e ver pra onde quero ir primeiro!rs

    São tantos destinos legais!

    Suas dicas são bem valiosas, obrigada! 😉

    • Keisuke Kira Keisuke Kira // maio 15, 2014 em 1:25 am // Responder

      Olá Shirley! Machu Picchu é realmente incrível, vale a pena conhecer!
      Com planejamento tudo é possível!

      Que bom que gostou das nossas dicas, fique a vontade para perguntar sempre!

      Grande abraço!

  2. Olá gente!
    Primeiramente parabenizo pelo trabalho que fiz em ajudar aos brasileiros que desejem conhecer Machu Picchu, quem escreve é um amante da cultura brasileira e graças a deus já teve a sorte de morar no Brasil por um bom tempo, agora voltei ao Peru – Cusco para mostrar a todos os brasileiros que desejem conhecer a terra dos incas.
    Se alguém deseja algumas dicas e recomendações pra a sua viagem, sera tudo um prazer ajuda-los em realizar o sonho de conhecer Machu Picchu Cusco, Lima, Lago titicaca, Arequipa, Nazca, Paracas, Puno, Trujillo e outros destinos que ainda não foram explorados pelo brasileiros.

  3. Muito bom seus posts. Tenho lido vários para me orientar nas viagens que estou planejando.
    Com relação a Machu Picchu, ouvi boatos que tem limitação de entrada. Essa informação procede?
    Grato;

    • Muito obrigado Josafá! Sim, Machu Picchu tem uma limitação de visitantes de 2500 por dia. Normalmente chegando em Cusco você consegue tickets para o dia seguinte, mas depende muito da época.

  4. Oi Keisuke, tudo bem?

    muito legal seu post parabéns, sensacional suas dicas.
    A gastronomia peruana é reconhecida no mundo por sua variedade de pratos típicos em cada região: costa; selva; serra. Seus ingredientes únicos que possui, compõem uma culinária única. Desde os peixes e frutos do mar até os diversos cereais e tubérculos andinos, encontraram uma diversificada e nutritiva gama de opções. Lima e Cusco são os melhores lugares para degustar e sentir os nossos sabores.
    aconselhamos provar o lomo saltado, ceviche, aji de galinha e muitos outros mais
    Deguste o melhor de nossa gastronomia peruana e bom apetite.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*