Novidades

Money Card, levar ou não?

O Visa Travel Money é um cartão pré-pago, sem anuidade, em dólar para compras e saques em moeda estrangeira. Para compras com cartão não há cobrança de taxa, apenas para saque é cobrado a taxa de U$ 2,50. A cobertura da bandeira Visa é bem vantajosa e consegue-se caixas para saque em quase todas as cidades da rota do Mochilão Outdoor.

Uma dúvida que sempre me matava quando estava planejando esse mochilão pelo América do Sul era como levar o dinheiro da viagem.

Existem várias opções, mais sempre relevei apenas 3, cartão de crédito, Visa Travel Money, ou dinheiro vivo mesmo, a primeira descartei logo de cara, as taxas cobradas para uso no exterior são muito altas, estou levando apenas para emergências (é preciso desbloquear a opção internacional no seu banco antes de viajar), então fiquei na dúvida entre o cartão pré-pago da Visa ou portar cerca de R$ 2000,00 reais junto ao corpo em Money Belts.

Sempre relutei em utilizar cartões, porque querendo ou não, sempre se perde um pouco em relação a levar todo o dinheiro com você. Bom, mas mesmo assim acabei optando por levar a maior parte em forma de cartão Visa Travel Money e cerca de R$ 300,00 em dinheiro vivo, e explico o porque. Pesquisando taxas, impostos e tudo mais, cheguei a conclusão que segurança e comodidade até que valia a pena usar o tal do cartão.

Vamos as taxas que paguei: Para adquirir o cartão paguei uma taxa de R$ 10,00 e em cada recarga do cartão pago 0,38% de IOF, como na primeira carga já botei toda a grana que planejei, pago esse 0,38% somente uma vez! Achei vantajoso porque de qualquer maneira tenho que levar dólares para lá (dificilmente aceitam reais no câmbio), e ao cambiar esse dinheiro pagaria também 0,38% de IOF, logo a diferença entre levar a grana no cartão e levar tudo com você é a taxa de R$ 10,00. Justo, pela segurança!

Claro que há ainda a taxa de U$ 2,50 por saque, mas se você fizer saques grandes esse valor também compensa.

Então para finalizar, eu que tanto meti o pau no tal cartão pré-pago, estou me rendendo às suas facilidades, não tem anuidade, em compras com cartão não tem taxas, cobra o mesmo valor de imposto que uma transação de câmbio, e ganho segurança por não portar dinheiro vivo, quer coisa melhor?

Mais detalhes e informações:www.cartaomoneycard.com.br

Keisuke Kira
Sobre Keisuke Kira

Paulistano, estudante de biologia, amante de fotografia. Adora a cidade mas prefere a montanha. Como todo biólogo ama estar no mato. Curte um pedal, trekking, e viagens nem se fala! Mais posts

3 Comments on Money Card, levar ou não?

  1. Carol Rodrigues // março 27, 2015 em 4:34 pm // Responder

    Olá,estou amando seu blog!!
    Estou quebrando a cabeça para tentar achar a melhor maneira de levar dinheiro no mochilão que irei fazer,o plano é passar por sucre,uyuni,la paz,copacabana e cusco,tudo de ônibus. Estou cogitando levar o Money Card,mas me pergunto se não perco muito na transição de real para dólar. Outra possibilidade seria usar a função débito do cartão internacional e levar o resto em dinheiro. O que acha? Alguma sugestão?

    Agradeço desde já 🙂

    • Olá Carol! Olha, houve algumas alterações quanto a taxas do Money Card que inclusive preciso atualizar aqui no site (ainda não tive tempo). Não sei se ainda está compensando. Com a experiência que tive por lá, hoje eu levaria todo meu dinheiro em espécie e ia trocando no caminho, pois me senti muito seguro quanto a isso. É só tomar cuidado com suas coisas e saber esconder o dinheiro. Agora seguro mesmo é viajar com cartão, aí você tem que ver se compensa as taxas e tudo mais.

      Abraço!

  2. katia Jancso // abril 6, 2016 em 8:47 am // Responder

    Boa viagem! para o uso deste cartão é importante considerar duas questões importantes: 1)verifique em quanto tempo eles te entregam outro cartão, pois se o cartão extraviar, for perdido ou roubado, pode acontecer da sua viagem já ter acabado até o novo cartão chegar. 2) moneycard é como um cartão de crédito e pode sim ser fraudado! (roubado virtualmente) Uma vez que isso aconteça, se for o operado pela Alelo, você não recuperará seu dinheiro durante a sua viagem… e sofrer muito para recuperar depois, se recuperar…

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*